quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Fuga






















Finjo com os olhos fixos
Naquilo que só eu conheço em mim.
Decalco sorrisos
Para não desfigurar minha imagem
Com as feridas dos outros.

Descalço e corro na areia.
Dou pulos, rio,
Vou ao meu encontro,
Certa de que é a única coisa
De que sinto a verdade,
A pureza das coisas.

Tento apagar da minha mente,
Arrancar da minha alma,
Coisas que me foram lá pôr sem que eu soubesse. 


Sem comentários:

Publicar um comentário

O que achas disto?